Heróis da Pandemia

Heróis da Pandemia: conheça a caixa de supermercado Camilla do Sol Nascente

Da pandemia, Camilla que é caixa de supermeacado consegue tirar algo positivo: “As pessoas estão em casa e acabam se unindo mais.

Da pandemia, Camilla Ribeiro que é caixa de supermercado no Sol Nascente consegue tirar algo positivo: “As pessoas estão em casa e acabam se unindo mais

A vacina está chegando, e felizmente essa pandemia está com os dias contados. No entanto durante esses meses de pandemia ficar em casa e evitar a contaminação e a disseminação do Covid-19 deveria ser a regra para todos os brasileiros.

Mas mesmo com o isolamento social os brasilienses dependeram de uma série de pessoas que continuaram saindo às ruas diariamente para prestar serviços básicos necessários para manter esse isolamento.

Heróis da Pandemia” é a série da RVS que retrata as histórias desses profissionais, que saem às ruas por sobrevivência.

CAIXA DE SUPERMERCADO

Em contato direto com o público e com cédulas de dinheiro, os profissionais de atuam nos caixas de estabelecimentos comerciais são alvo de preocupação extra com o avanço do coronavírus

Camilla Ribeiro, 38 anos, é caixa de supermercado no Fort. Lá, de acordo com ela, o fluxo de clientes aumentou bastante. “Os clientes usam máscaras, não ficam próximos um do outro e respeitam bastante a gente. São compreensíveis e respeitam o espaço do funcionário. Um ou outro que fica com mais receio”.

Seu maior medo é contrair o vírus e contaminar a família. “Trabalho em estabelecimento cheio de clientes e colaboradores, lugar fechado. Então, quando chego em casa, a primeira coisa que eu faço é tomar um banho e lavar a mão. Tive que me afastar das pessoas, da família. Evito até falar, com medo de sair alguma gotícula e contaminar eles”.

Da pandemia, Camilla que é caixa de supermercado há um ano e meio consegue tirar algo positivo: “As pessoas estão em casa e acabam se unindo mais. E tem também os cargos e trabalhos. Vi que as pessoas estão reconhecendo mais o trabalho dos médicos e enfermeiros, pessoas que estão na linha de frente”.

Nas redes sociais, a RVS pode ser encontrada no FacebookInstagramTwitter e YouTube. Para enviar uma sugestão ou critica entre em contato pelo nosso WhatsApp (61) 3526-7399.

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Ir Topo