Ceilândia

Acusado de matar mulher a facadas em Ceilândia é preso

Homem de 28 anos foi preso pela Coordenação de Repressão a Homicídios e de Proteção à Pessoa na madrugada desta sexta-feira (17.dez.2021).

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, na madrugada desta sexta-feira (17.dez.2021), o acusado de matar Lidiane Oliveira Santos, 36 anos, encontrada morta na manhã de quinta-feira (16.dez.2021), na BR-070, próximo à antiga fábrica da Coca-Cola, em Ceilândia.

De acordo com a Coordenação de Repressão a Homicídios e de Proteção à Pessoa (CHPP), Weslyn Robert Leite da Silva, 28, teria matado Lidiane após uma discussão de grupo grupo um bar, em Ceilândia.

Segundo a PCDF, as buscas duraram toda a madrugada até o êxito da operação de captura do autor, na QNH 2, em Ceilândia.

Por causa da Covid-19, o corpo primeiramente é submetido a exame e testado para a doença e só depois passa por perícia. “Por isso não foi periciado na data de ontem. Hoje deve ser periciado para sabermos a quantidade de facadas”, afirmou o delegado Bruno Gordilho, da CHPP.

Weslyn Robert Leite da Silva vai ser indiciado como autor de homicídio qualificado em desfavor da vítima.

O corpo de uma mulher, ainda sem identificação, foi encontrado, na manhã desta quinta-feira (16.dez.2021), próximo a antiga fábrica da Coca-Cola, no Setor O de Ceilândia. Os primeiros a chegarem ao local foram os policiais militares que atuam na região e, logo em seguida, uma equipe da Polícia Civil assumiu o caso.

A vítima estava coberta de sangue e os indícios apontam para morte provocada por arma branca. Ela estava vestida com uma calça jeans e uma camiseta. Os peritos chegaram às 9h45 e iniciaram os trabalhos para colher vestígios que levem à autoria do crime.

Ciclistas que passavam pelo local informaram que o caminho é rota para quem anda de bicicleta por dar acesso à Floresta Nacional de Brasília, mais conhecida como Flona. “Aqui é uma área movimentada para ciclistas. Nunca tinha visto algo assim na região”, contou um rapaz que frequenta o local.

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Ir Topo