Logo propaganda
Colunistas

Deu match a três? por Mariana Albuquerque

Quantos casais procuram o tinder com o objetivo de encontrar alguém para se relacionar? Quantos? Parece uma epidemia…


Usar uma conta com nome feminino e partir em busca de uma terceira pessoa em todas as regiões do país virou uma forma de se atrair “ mulheres e casais” . É o que mostram as estatísticas. Entre 50 casais masculinos 1 perfil foi encontrado. Mas quando partiu em busca de mulheres, surgiram cinco casais entre 50 perfis femininos. Todos eram heterossexuais.

Sabemos que sexo a três é mais desejado do que podemos imaginar. É um dos primeiros passos para além do erotismo entre o casal, é um fetiche que permeia a mente de muitos e há muito. A terceira pessoa- pode- afastar algumas certezas alimentadas durante muito tempo: a de que sexo só é bom com parceiro amoroso, de que só é entre duas pessoas. Em alguns casos as três pessoas estabelecem vínculos e desenvolvem um relacionamento estável entre si. Mas a maioria das vezes a terceira parte é tratada como alguém que vai dar um up na relação mas não será parte integral da mesma.

Essas escolhas da vida amorosa não são fáceis de harmonizar com o social, mas nem por isso menos enriquecedora. Acredita-se ser um equívoco buscar fundamentos, a existência da exclusividade, dando inclusive caráter de norma moral e até jurídica. Fala a psicóloga Noely Montes.

Estudos da etologia, da biologia e da genética não confirmaram a monogamia como padrão dominante das espécies, incluindo a humana. Segundo ela, a nossa cultura valoriza o controle dos sentimentos e nada do que é espontâneo é bem visto, pois pode ameaçar a moral vigente.

No livro Amor a três, no qual tratam desta forma de amor .
Para eles, talvez o menage à trois seja mal compreendido porque constrói uma estrutura de inclusão na emoção. “ O ciúmes que supomos natural, é o principal obstáculo “. Mas uma ira ciumenta é tão estranha a natureza humana que tratamos como uma compulsão, falamos de uma pessoa ciumenta como uma pessoa que tivesse uma patolgia. Um ménage, ao contrário, exige escolha e consentimento mútuo.

Penso e aqui abro um parêntese para opinar que, da mesma forma como ocorre em qualquer outra prática sexual, o sexo a três só tem sentido se as pessoas envolvidas o desejarem na mesma intensidade. Em hipótese alguma deve ser praticado para agradar o outro ou para corresponder a expectativas que não estejam diretamente ligadas ao seu prazer sexual. Do contrário surgirão mágoas e ressentimentos. O preço para relação pode ser muito alto.

É aquela velha frase: O combinado nunca sai caro.

Sobre a autora
Mariana Albuquerque, é a única colunista a falar de sexo na região sudoeste paulista, a sex coach aborda em suas colunas e artigos temas que normalmente as pessoas evitam falar, ou tem um conceito equivocado. A intenção é falar sobre tudo, toda essa energia vital que nos move, motiva mas que também nos deixa à flor da pele.

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ir Topo