Logo propaganda
Notícias

“Cracolândia” da rodoviária gera insegurança em Itararé

A rodoviária em Itararé vem sofrendo com os usuários de drogas que se aglomeram, formando uma espécie de “cracolândia”.

O local onde fica a rodoviária municipal de Itararé (SP), vem sendo frequentado por usuários de drogas, formando uma espécie de “cracolândia” no local. A presença dos dependentes químicos tem gerado insegurança a frequentadores do local que, diariamente, presenciam conflitos e delitos. De acordo com depoimento de diversos munícipes, as operações da polícia não são suficientes.

Alguns em situação de rua, se alimentam, dormem e consomem drogas no local, que hoje está praticamente abandonada pela atual administração. A situação é recorrente há alguns meses, e piorou após a prefeitura tomar ações para impedir a presença deles no Mercadão Municipal (antigo terminal rodoviário). “Na semana passada precisei usar o banheiro antes de embarcar, quando entrei no local tinha três homens dentro do banheiro feminino, sai imediatamente, isso é constrangedor, perigoso, isso mostra a ação ineficaz da nossa prefeitura”, disse Cleonice Oliveira Salles (32). De fato aqui está parecendo uma cracolândia”, ressaltou.

Assim como o aposentado Eder Silveira, que mora nas proximidades e, destacou que apesar do medo, a situação não gera mais surpresa. “Inseguro a gente sempre se sente, mas já é normal. Eles pedem comida, a gente até dá, aí eles não mexem. Entre eles tem muita briga, eles se furam, puxam faca um para o outro”, relatou.

“Aqui está virando uma cracolândia , a prefeitura deve tomar alguma providencia e rápida”, destacou um frequentador do local que não quis se manifestar.

Um internauta usou as redes sociais para denunciar a falta de segurança no local, “Tentaram me roubar, vieram para cima de mim e tentaram puxar a minha bolsa, aquele lugar está muito perigoso”, denunciou.

Leia mais notícias sobre a região Sudoeste Paulista em www.portalrvs.com.br. Nas redes sociais, a RVS pode ser encontrado no FacebookInstagramTwitter e YouTube. Para enviar uma sugestão de pauta ou critica entre em contato pelo nosso WhatsApp (15) 99719 6369.   

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ir Topo