Logo propaganda
Notícias

Ativistas fazem protesto contra corte de árvores na rua São Pedro em Itararé

Retirada de cerca de 50 árvores foi aprovada pela COMDEMA a pedido da Prefeitura Municipal para a obra de construção de uma ciclovia. O corte destas árvores tem causado indignação em grande parte da população em Itararé.

Um grupo de ativistas de Itararé (SP) fizeram uma manifestação na tarde desta terça-feira (01.mar.2022) contra o corte de árvores da Rua São Pedro, área central da cidade. Segundo os moradores, as árvores não apresentavam risco de queda.

O ato contra o corte das arvores atraiu poucos participantes, devido o clima de chuva, no entanto nas redes sociais, a insatisfação da população é muito grande. O vereador Rodrigo Fadel compareceu ao local para mostrar seu apoio ao movimento.

O corte de cerca de 50 arvores foi aprovada pela COMDEMA a pedido da Prefeitura de Itararé para a construção de uma ciclovia na rua São Pedro.

Entenda o caso

Foi aprovado pelo Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema) o projeto de recapeamento que prevê a derrubada de 52 árvores na Rua São Pedro, região central da cidade. A decisão foi tomada em reunião realizada no dia 24 de fevereiro que contou com a presença de conselheiros e munícipes interessados.

De acordo com o grupo de cidadãos que acompanhou a reunião, apenas dois conselheiros presentes votaram contrários à obra. Porém, um abaixo-assinado, realizado com a iniciativa de um grupo de moradores da cidade, reúne 3.950 assinaturas contrárias à ação.

O que diz a prefeitura

De acordo com a Prefeitura de Itararé, o projeto prevê o recapeamento asfáltico da via e a implementação de ciclovias com o objetivo de melhorar o sistema viário aumentando a mobilidade urbana. Mas apesar das explicações, ainda há dúvidas por parte da população sobre o assunto. 

Na resposta enviada ao Portal RVS, foi esclarecido que “para o plantio compensatório, serão plantadas 890 unidades arbóreas divididas em duas áreas, sendo a primeira área compreendendo da Interseção da Via Sinha com a Rua Belizário Pinto adentrando pela Rua São Pedro até a Interseção coma Rua Newton Prado. A segunda área compreenderá na Rua São Pedro iniciando na Rua Lindolfo Gomes Gaya até a Interseção com a Avenida Vitorino Monteiro, no Distrito Industrial”.

O que diz o Ministério Público

O Ministério Público foi questionado sobre o andamento do requerimento encaminhado por meio do grupo de cidadãos que não concordam com a ação e sobre quais medidas poderão ser tomadas, mas não tivemos retorno. Ainda sobre o MP, a Prefeitura garantiu que apresentará o seu posicionamento dentro do prazo estipulado pelo mesmo com encaminhamento de documentos comprobatórios para apreciação e parecer. O prazo determinado pelo MP é de 15 dias a partir da data de recebimento da notificação.

Leia mais notícias sobre a região Sudoeste Paulista em www.portalrvs.com.br. Nas redes sociais, a RVS pode ser encontrado no FacebookInstagramTwitter e YouTube. Para enviar uma sugestão de pauta ou critica entre em contato pelo nosso WhatsApp (15) 99719 6369.    

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ir Topo